Um apartamento pequeno e confortável… com aquele cheiro de impessoalidade ainda e até um pouco frio. Viver a dois é como ter um segredo compartilhado única e exclusivamente por duas pessoas. É o peso da palavra do outro, mas também é a liberdade de ser diante de alguém. Como é viver? Quando a juventude acaba, será que as pequenas alegrias da infância brotam suavemente do cotidiano? Como fica o cheiro da chuva quando se vive sozinho?
Eu não sei o que aconteceu, mas algo aconteceu, não só aconteceu mas cresceu e vem ganhando força. E possivelmente, é sem volta.

Eu realmente gosto de ser sozinha, acho bonito quem ousa ser solitário. É uma preciosidade ter meu tempo só para mim. Mas só isso nunca é suficiente. A força que me impele a mudar, atua constantemente e funciona para mim como um abrigo, é confortável. Estou habituada a isso…

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s